Sep 19, 2017 Last Updated 9:26 PM, Sep 18, 2017

Produtores de Mangaratiba capacitados

O encontro aconteceu na Agroindústria de Doce (Fábrica de Doces) no Parque das Ruínas    O encontro aconteceu na Agroindústria de Doce (Fábrica de Doces) no Parque das Ruínas   (FOTO J. ALVES BAHIA/PMM)
Publicado em Cotidiano
Ler 306 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Do plantio ao consumidor: agricultores passam por curso de higienização e manipulação de alimentos para melhor atender o público

PARCERIA Novas técnicas, dicas práticas, inovação na rotina e a busca pela qualidade. Esse foi o resultado da conclusão do curso de capacitação “Oficinas de Higiene e Manipulação de Alimentos”, na quarta-feira (23). A iniciativa da Secretaria de Agricultura e Pesca de Mangaratiba, em parceria com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRuralRJ) e apoio do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ),  teve o objetivo de oferecer aos agricultores mangaratibenses conhecimentos teóricos e práticos das técnicas de higiene e manuseio de alimentos. O encontro aconteceu na Agroindústria de Doce (Fábrica de Doces) no Parque das Ruínas.

Para dar continuidade ao curso que começou na última quarta-feira (16), o assunto abordado pela professora da UFRuralRJ, Elisa Helena da Rocha, responsável por ministrar o curso, foi a importância da higiene pessoal, saúde do manipulador, controle das mercadorias, escolha do fornecedor e a higienização do visitante.

Para ilustração, Elisa apresentou placas usadas na primeira aula com materiais oferecidos pelos alunos, como cabelo, saliva, moedas, impressão digital ou até mesmo exposta ao ar, com a intenção de mostrar como os microrganismos se multiplicam. Os alunos também aprenderam na prática como é feita a higienização dos utensílios, bancada e piso e quais são os produtos mais adequados para garantia de sucesso na tarefa.

A professora destacou ainda a importância de incentivo aos trabalhadores rurais. “A educação em relação à qualidade sanitária dos produtos é essencial para ter um produto final de boa qualidade. Este incentivo é fundamental para que os agricultores possa melhorar sua produção, o produto, o processo e consigam crescer e desenvolver”.

Ao final do curso, todos os produtores receberam o certificado de conclusão. Para Pedro Soares, produtor de banana, palmito e aipim, o sentimento é de gratidão. “Estou muito feliz por ter adquirido todo esse conhecimento. Antes a minha preocupação era só a plantação, depois do curso percebi o valor e a importância da higienização na hora de manipular meus alimentos. Minha rotina daqui pra frente será diferente. Vou fazer sempre o melhor”, garantiu o agricultor.

 

 

Últimas Notícias