Sep 25, 2017 Last Updated 5:54 PM, Sep 22, 2017
 
 
 
 
 

Advento dos taxímetros é comemorado em Itaguaí

 O TAXISTA Gilmar acredita que todos ganharam com o taxímetro O TAXISTA Gilmar acredita que todos ganharam com o taxímetro   FOTO DIVULGAÇÃO/PMI  
Publicado em Cotidiano
Ler 1787 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Profissionais do volante enumeram vantagens que equipamento proporciona para eles próprios e os passageiros

 

NA MEDIDA A Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Defesa Civil de Itaguaí (SMTTDCI) anunciou ontem o início da campanha “Transporte de Táxi Legal”, destinada a divulgar para a população que ficou mais fácil viajar de táxis depois que os taxímetros foram incorporados à rotina dos profissionais da praça. Isso porque, segundo o órgão, com a tecnologia e a definição de uma tabela tarifária o passageiro fica livre da antiga cobrança aleatória, popularmente conhecida como “tiro”.

A iniciativa tem ainda o objetivo de informar aos usuários sobre as novas regras que devem ser cumpridas pelos condutores dos 220 veículos autorizados circularem na cidade, que já estão equipados com taxímetros aferidos. A lei municipal que instituiu o taxímetro entrou em vigor no ano passado, mas, segundo os taxistas, o transporte de táxi ainda é pouco utilizado porque muitas pessoas ainda não sabem que pagarão um preço justo pela viagem, uma vez que agora está em vigência uma tabela com tarifas definidas.

Ao contratar o serviço em qualquer dia da semana, o usuário pagará a quantia inicial de R$ 6. De segunda a sábado, das 6h às 21h, esse valor sofrerá um acréscimo de R$ 2,60 a cada quilômetro rodado, referente à bandeira um. E nesse mesmo período, entre 21h e 6h, incluindo os dias inteiros de domingo e feriado, o acréscimo na tarifa inicial será de R$ 3,12 a cada quilômetro rodado, vigorando a bandeira dois.

Titular da SMTTDCI, o secretário Nelson Donato disse que o passageiro é o maior beneficiado com as novas regras dos táxis. “Com a implantação do taxímetro, o usuário poderá conferir o valor a ser pago na tabela das tarifas que cada taxista é obrigado a manter no veículo. O permissionário também ganha porque está oferecendo um serviço de qualidade e anualmente fiscalizado pela prefeitura”, explicou Donato.

Ainda de acordo com a Resolução nº 6, de 17 de agosto de 2016, da SMTTDCI, os taxistas estão autorizados a cobrar R$ 2,60 por cada volume transportado com medida de 60cm x 30cm. A lei determina ainda que nos carros equipados com o sistema rádio-táxi os taxímetros só poderão ser acionados após o embarque do passageiro, sem  qualquer valor adicional à tarifa aplicada.

O taxista Gilmar Inácio faz ponto há 15 anos na Rua Doutor Curvelo Cavalcanti, no Centro. Ele está satisfeito com a implantação do taxímetro e das novas regras de cobrança. “Todos ganharam com o taxímetro. Os valores a serem cobrados são tabelados e podem ser verificados pelo passageiro. Só falta as pessoas usarem mais os táxis”, disse Gilmar. “Com o taxímetro e a tabela de tarifas, o passageiro está pagando, em média, R$ 5 a menos por cada viagem. Vale a pena viajar de táxi em Itaguaí”, concordou seu colega Marcelo Soares, que trabalha na praça há quatro anos.