Jul 21, 2017 Last Updated 3:00 AM, Jul 20, 2017

Justiça Federal aceita denúncia contra prefeito de Itaguaí

Publicado em Poder
Ler 1148 vezes
Avalie este item
(1 Votar)

Apesar do Ministério Público Federal ter pedido cumprimento de pena, Charlinho continua em liberdade

 

NA BERLINDA Justiça Federal do Rio aceitou a denúncia contra o prefeito de Itaguaí, Carlos Busatto Junior, conhecido como Charlinho, por fraude em licitações. Ele foi condenado em 2016, em 2ª instância, a 14 anos e oito meses de prisão em regime semiaberto, pelo mesmo crime no escândalo que ficou conhecido como “Máfia das Sanguessugas”.

Apesar do Ministério Público Federal ter solicitado o cumprimento imediato e aumento da pena, Charlinho continua em liberdade.

Em dezembro de 2016, o MPF pediu à Justiça que Charlinho não tomasse posse como prefeito. Charlinho foi condenado em segunda instância, por fraudes em licitação, corrupção passiva e associação criminosa na compra de ambulâncias. A pena prevista é de 14 anos em regime semiaberto, informam os procuradores.

Segundo a denúncia, o grupo que ele participava foi investigado pela Polícia Federal na Operação Sanguessuga. Ele foi alvo das investigações durante os anos de 2001 a 2006.