Jan 23, 2018 Last Updated 1:35 PM, Jan 23, 2018

Destaques

Seropédica recebe 30 mil doses…

IMUNIZAÇÃO - O município de Seropédica recebeu 30 mil doses extras de vacina con...

Mangaratiba intensifica ações …

Secretaria Municipal de Saúde realizou nesta segunda-feira (22), uma campanha de...

  Cerimônia oficializa certif…

  Evento marcou a homologação do projeto e construção de cilindro fabricado par...

Uma importante parte da história do Brasil na UFRuralRJ

Publicado em Poder
Ler 2919 vezes
Avalie este item
(1 Votar)

 

VISITA ILUSTRE A Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro irá receber, no dia 23 de maio, a historiadora Anita Leocádia Prestes para a palestra e lançamento do livro "Olga Benário Prestes: uma comunista nos arquivos da Gestapo". A atividade acontecerá no Auditório Gustavo Dutra (Gustavão), às 18h.

CLEITON BEZERRA
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O evento está sendo organizado pelo Núcleo de Estudos da Política (NUEP), o Centro de Memória da UFRRJ, o Cine Casulo, com o apoio do Departamento de História e Relações Internacionais. Haverá vendas do livro antes e após a palestra, sessão de autógrafos e emissão de certificado.

QUEM É ANITA

Anita Leocádia Benário Prestes nasceu em Berlim, no dia 27 de novembro de 1936, na prisão feminina do Campo de Concentração de Barnimstrasse, durante o período ditatorial de Hitler. Ela é uma historiadora teuto-brasileira, filha da militante comunista alemã Olga Benário Prestes e do militante comunista brasileiro Luís Carlos Prestes. Anita foi afastada da mãe com 14 meses de idade, quando terminou a fase de amamentação, e entregue à avó paterna, Leocádia Prestes.

Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense, título concedido em janeiro de 1990 pela tese acerca da Coluna Prestes, sob orientação de Maria Yedda Linhares, Anita Prestes foi professora de História do Brasil no Departamento de História da UFRJ, cargo conquistado por meio de concurso público em 1992 e do qual se aposentou em 2007. É presidente do Instituto Luiz Carlos Prestes.