Loading...
Aug 16, 2018 Last Updated 1:24 PM, Aug 15, 2018

Tecnologia vai reforçar policiamento em Muriqui

A APRESENTAÇÃO do projeto reuniu dezenas de pessoas em Muriqui A APRESENTAÇÃO do projeto reuniu dezenas de pessoas em Muriqui FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 174 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Projeto-piloto implantado no distrito é fruto de parceria que envolve polícias Civil e Militar, Câmara de Dirigentes Lojistas e Associação Comercial, Industrial e Agropastoril do Município de Mangaratiba

 SEGURANÇA O modelo de monitoramento implantado em Muriqui pelas empresas Multseg CFTV & Telecom e Connect, com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas e da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril do Município de Mangaratiba, apresentado oficialmente na sexta-feira (3), para autoridades, líderes empresariais, comerciantes e moradores teve boa acolhida por parte do público, que teve a oportunidade de conhecer as inovações incorporadas ao sistema para garantir às autoridades da segurança um melhor patrulhamento do distrito.

O sistema vai ajudar as autoridades responsáveis pela segurança pública a monitorar 15 pontos do município, com imagens transmitidas para a 165ª Delegacia policial (Mangaratiba) e para a 1ª Companhia do 33º BPM (Angra dos Reis). Os técnicos explicaram à plateia que os condomínios e até mesmo as residências do distrito pode ter câmeras acopladas ao sistema, montando uma grande rede de monitoramento da cidade. Os recursos tecnológicos que as câmeras proporcionam pode ajudar até mesmo na identificação de veículos roubados. E o apuro tecnológico não para por aí.

O sistema que uniu as duas empresas e cujo projeto-piloto foi doado às autoridades da segurança em Muriqui foi denominado City Câmeras Mangaratiba. Ali ele consegue garantir às autoridades o monitoramento de 15 regiões em que se verifica acentuada mancha criminal, segundo as polícias Civil e Militar. A visualização será permanente 24 horas por dia, durante os sete dias da semana. O sistema foi apresentado de forma a que as associações, entidades, empresas e os próprios moradores entendam a sua funcionalidade no sentido de assegurar mais segurança à população.

Os recursos tecnológicos foram elogiados por autoridades como o delegado Anderson Ribeiro Pinto, titular da 165ª DP; o tenente-coronel Mauro Silva de Oliveira, comandante do 33º BPM (Angra dos Reis) e o primeiro-tenente José Fabrício Mouzinho, comandante da 1ª Cia da PM (Muriqui). “Mangaratiba é o último bastião de tranquilidade na Costa Verde e região devido à integração das forças de segurança. Fui delegado em Angra dos Reis, onde morei por 27 anos. Fui à Câmara Municipal de lá avisar que se não fossem tomadas providências a situação ia ficar como está agora. Em Mangaratiba fiz a mesma coisa. A sociedade tem de se unir e cooperar”, disse o delegado. “O projeto vai nos ajudar muito a combater o crime na região. As câmeras vão se somar como se fosse um aumento do efetivo, enfatizou o tenente-coronel Mauro. “As autoridades da segurança estão integradas em Muriqui. E a inteligência da segurança passa pelo monitoramento através de câmeras”, avaliou o tenente Mouzinho.

Os representantes das empresas Multseg CFTV & Telecom e Connect explicaram ao ATUAL que a ideia é mostrar à sociedade que o sistema pode ser ampliado através da adesão comercial de condomínios, empresas e de próprios moradores, que, dessa forma, além de contribuírem para a segurança pública de um modo geral, aumentando o número de regiões monitoradas, vão ter os seus imóveis e propriedades inseridos no conjunto de imagens à disposição das polícias Civil e Militar. 

 Atuação elogiada para a concretização do sonho

Secretário executivo da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril do Município de Mangaratiba e responsável pelo posto avançado da Câmara de Dirigentes Lojistas em Mangaratiba,  Mário Lucio Mata foi um dos principais responsáveis pela concretização do projeto. Ele teve o reconhecimento público por essa atuação, sendo saudado pelos três nomes que comandam a segurança pública nas polícias Civil e Militar na cidade. “Hoje tenho a felicidade de ter tido a experiência de um projeto anterior, que acabou não sendo implementado. A concretização desse sonho pra mim é um grande prêmio. É importante esse reconhecimento pelo trabalho. Estamos agora colhendo os frutos de uma importante união”, discursou Mário Mata, que também recebeu elogios do vice-presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), Jésus Mendes Costa, que prestigiou o lançamento do projeto. “O senhor Mário é um exemplo para todas as entidades e para todos os empresários. Ele é um exemplo de que os empresários devem se comprometer com a terra em que vivem. Embora sejam geradores do emprego e de 40% do volume de impostos, os empresários também devem ter o compromisso com a terra em que vive. O senhor Mário está de parabéns por simbolizar esse comprometimento”, disse Jésus Mendes.

Presente ao lançamento do projeto, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Itaguaí, José de Almeida Ribeiro também aprovou a iniciativa e o papel desempenhado por Mário Mata. “Apoio tudo o que foi feito. A iniciativa do senhor Mário é muito louvável. Se não fosse ele nada disso teria acontecido”, elogiou. Também presente, o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Itaguaí, Marcos Praxedes, disse que estava ali aprendendo com os colegas de Mangaratiba. Ele disse que pretende levar a ideia também para Itaguaí.

Última modificação em Sexta, 10 Agosto 2018 10:02