Loading...
Jul 19, 2018 Last Updated 12:59 PM, Jul 18, 2018

Na Rússia, Charlinho assina documentos mesmo de licença

Publicado em Poder
Ler 284 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Durante 14 dias Itaguaí ficou sem chefe no Executivo. Prática comum do prefeito, que desta vez ficou exposto ao assinar documentos quando estava na Copa 2018

 Enquanto o prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho, e sua esposa e secretária de Educação e Cultura, Andréa Cristina Marcello Busatto, viajavam pela Rússia, entre os dias 15 e 29 de junho, Itaguaí ficou sem comando na prefeitura.

 Charlinho viajou sem pedir autorização da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI) e passar oficialmente a responsabilidade do cargo, que neste caso seria ao presidente da Câmara, Rubem Vieira. O vice-prefeito Abeilard Goulart de Souza Filho não poderia assumir o papel de prefeito porque é pré-candidato a deputado federal e a Lei Complementar 64/90 impede que vices (presidente, governador e prefeito) substituam o titular pelo período de seis meses anteriores a eleição quando forem candidatos a outros cargos.

MESMO AUSENTE, ASSINOU DOCUMENTOS

Assessores próximo ao prefeito confirmam que é comum ele se ausentar do país em período curto, de até duas semanas, para não ter que pedir autorização para a CMI, já que a Lei Orgânica da cidade o obriga a pedir autorização à Câmara quando pretende se ausentar das funções por mais de 15 dias. E costuma, ainda, não passar a responsabilidade do cargo para o seu vice.

Nesse período ausente do país, o Charlinho assinou, pelo menos, dois documentos, ambos regulamentando pontos facultativos e horário de funcionamento da prefeitura. O primeiro documento foi assinado com data de 20 de junho e o segundo, dia 28. Estando de licença, conforme justificou o prefeito.  Ele não poderia realizar qualquer ato oficial. E nesse caso, como justificar a validade dos documentos se ele não estava no município nas datas que constam a assinatura?   

O que Charlinho não esperava dessa vez é que sua imagem estaria exposta nas Redes Sociais e em toda a imprensa do estado assistindo um jogo do Brasil na Rússia ao lado da esposa.

Mais nesta categoria: DESABAFO PARLAMENTAR »