Loading...
Sep 22, 2018 Last Updated 2:58 PM, Sep 21, 2018

Wagner vê jogo com o Fluminense como teste para a Libertadores

Wagner projetou o duelo com o Tricolor, revelando que será um teste para a Libertadores Wagner projetou o duelo com o Tricolor, revelando que será um teste para a Libertadores FOTO CARLOS GREGÓRIO JR/VASCO
Publicado em Esporte
Ler 1520 vezes
Avalie este item
(0 votos)

VASCO- Feliz com a espetacular vitória obtida no último domingo (4) contra o Boavista, o elenco do Vasco da Gama desembarcou na tarde desta segunda-feira (5) no Rio de Janeiro. Do Aeroporto Internacional do Galeão, os jogadores seguiram direto para o Complexo Esportivo de São Januário, onde iniciaram a preparação para o clássico contra o Fluminense, que será disputado na quarta (7), às 19h30, no Nilton Santos.

Um dos destaques do Gigante da Colina no Espírito Santo foi o meio-campo Wagner, autor do terceiro gol. Ao lado dos titulares, enquanto os demais atletas suavam a camisa do campo anexo, o experiente jogador realizou uma atividade regenerativa no CAPRRES. Ao término da mesma, o armador concedeu entrevista coletiva e projetou o duelo com o Tricolor, revelando que o mesmo será um teste importante antes da estreia na Conmebol Libertadores. 

“Em clássico tudo pode acontecer. O que temos que fazer é entrar ligado desde o início e não dar bobeira. O erro tem que ser zero. Sobre a forma do Fluminense jogar, com três zagueiros, já estamos trabalhando há algum tempo porque a LaU joga assim. O Zé passou vídeos e já falamos de como precisa ser o nosso posicionamento contra equipes que jogam assim. Será uma prova antes da Libertadores e queremos passar bem dela. Vamos procurar vencer para adquirir um pouco de tranquilidade para a sequência do campeonato”, afirmou o meio-campista.

Embora atualmente o foco cruzmaltino esteja na disputa do Campeonato Carioca, os jogadores não escondem a ansiedade quando o assunto é o mais importante torneio continental. Vivo na luta pelo Tri da América, o Almirante está no Grupo 5 e terá Cruzeiro, Racing e Universidad de Chile como adversários na primeira fase. Se engana quem pensa, porém, que o Vasco lamentou ter caído na "chave da morte". “São nesses grandes desafios que conseguimos mostrar valor e moldar campeões. Ficamos felizes por termos caído num grupo forte, até porque vamos passar de fase e demonstrar a capacidade do nosso grupo, onde podemos chegar. Muita gente está colocando a gente como azarão, tudo bem, respeitamos, mas vamos trabalhar e mostrar tudo dentro de campo. Numa competição como a Libertadores, não é fácil chegar no gol adversário, então quando as chances aparecerem, temos que aproveitar”, declarou Wagner. (Fonte: site oficial do clube).