Loading...
Jun 19, 2018 Last Updated 1:09 PM, Jun 19, 2018
Publicado em Poder
Ler 1411 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Em busca de vagas nas creches e escolas de Itaguaí e pelo não fechamento dos EJAs, grupo vai até o Ministério Público de Nova Iguaçu

Um grupo de pais e alunos da Educação Básica para Jovens e Adultos (EJA) contrários as medidas da Secretaria de Educação e Cultura de Itaguaí (SMEC) fará uma caravana, hoje, pela manhã, com destino ao Ministério Público do Rio de Janeiro de Nova Iguaçu (MP-RJ). Eles irão entrar com uma representação no MP-RJ contra a falta de vagas nas creches e escolas municipais e pedir para que as doze unidades escolares que oferecem o EJA permaneçam abertas.

No início da semana passada, como noticiou o ATUAL, eles procuraram a Defensoria Pública de Itaguaí na esperança de solucionar o impasse com a SMEC e garantir o direito à educação dado pela constituição. O prazo para a secretária Andreia Busatto atender a necessidade educacional das crianças, adolescentes e adultos da cidade era o dia 22 de janeiro. Os pais alegam que nada foi resolvido.

 

Nossa equipe esteve na Defensoria Pública e foi informada que o grupo não compareceu ao local na data marcada. O ATUAL também procurou a SMEC, mas até o fechamento desta matéria não conseguiu contato com a secretaria. 

 

Renata Pires

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.