Loading...
Sep 18, 2018 Last Updated 12:52 PM, Sep 18, 2018

HMSFX retoma funcionamento após noite fechado

Publicado em Poder
Ler 2826 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Segundo relatos, médicos da maternidade e da emergência do hospital teriam ido para a delegacia prestar queixa sobre condições de trabalho

 

DESRESPEITO O único hospital público do município de Itaguaí encontra-se em um verdadeiro estado de precariedade. O Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX) fechou as portas durante a noite de terça-feira (19), sem aviso prévio ou qualquer tipo de satisfação aos moradores da cidade. O atendimento só foi retomado na manhã desta quarta-feira (20), por volta das 9h, segundo relatos de familiares de pacientes.

Ainda de acordo com familiares de pacientes, um dos motivos do fechamento do hospital teria sido falta de ar condicionado no centro cirúrgico. “Alguns médicos chegaram a prestar ocorrência na 50ª DP (Itaguaí)”, contou um familiar que preferiu não se identificar.

O caso tomou repercussão nas redes sociais no qual, munícipes reclamavam de que tiveram que se dirigir para o Hospital Municipal Pedro II, localizado no bairro de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, durante o período em que a principal unidade de saúde de Itaguaí esteve fechada.

Segundo o vereador André Amorim (PR), o problema do fechamento do HMSFX, na noite de terça-feira, teria sido por causa de quatro médicos que teriam se negado a fazer atendimento ao público devido à falta de medicamentos, material médico, insumos em geral e também por atraso de pagamento. Em vídeo publicado pelo parlamentar em sua página no Facebook, André Amorim mostrou os problemas no hospital.

ATENDIMENTO PRECÁRIO

A equipe de reportagem do ATUAL esteve na manhã de ontem no HMSFX e constatou que a unidade estava aparentemente funcionando. Contudo, a moradora de Brisamar, Maria de Lourdes, que estava aguardando por atendimento do clínico geral, falou sobre o estado precário em que a saúde de Itaguaí vem passando nos últimos anos. “Para gente o que importa é se está sendo feito o atendimento a população ou não. Se falta dinheiro já não é problema nosso!”, comentou a aposentada.

Já para o morador de Coroa Grande, Sinvaldo Souza, o problema está na falta de remédios. “Eu graças a Deus sempre consegui ser atendido, mas o que pega é a falta de remédios e esse hospital cheio de infiltração. Acho isso um absurdo”, ressaltou o servente.  

Um funcionário de uma funerária, que não quis se identificar, afirmou que dois óbitos aconteceram apenas na manhã de ontem (20) no HMSFX, após a reabertura da unidade, e que os óbitos teriam sido oriundos de “agravamento de quadro causado por infecção hospitalar”.

POSICIONAMENTO

A Prefeitura de Itaguaí foi questionada, por meio de sua assessoria de imprensa, para se posicionar sobre o ocorrido e para esclarecer se o atendimento foi normalizado ou se o HMSFX funciona parcialmente, no momento. Porém, apenas nos foi encaminhada a seguinte nota “A secretaria de Saúde de Itaguaí esclarece que o Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX), está funcionando normalmente”.

  

 

CLEITON BEZERRA

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.