Dec 11, 2017 Last Updated 2:50 AM, Dec 11, 2017

Destaques

Jovens encabeçam caminhada pel…

O intuito do evento é dar um exemplo de que é possível reunir diversas religiões...

Nuclep mira novos contratos de…

Além de novos contratos no setor, empresa entregará equipamentos de Angra 3 até ...

Igreja em Itaguaí receberá uni…

Essa é uma oportunidade para aqueles doadores que não podem se dirigir aos ponto...

Defesa Civil do Rio lança plano de emergência em 92 municípios

BOMBEIROS e agentes da Defesa Civil assistem o lançamento do plano de emergência BOMBEIROS e agentes da Defesa Civil assistem o lançamento do plano de emergência FOTO DIVULGAÇÃO
Publicado em Cotidiano
Ler 205 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Documento tem vigência até dezembro de 2018

PREVENÇÃO - A Secretaria de Estado de Defesa Civil do Rio de Janeiro lançou o plano de emergência com estratégias para otimizar as ações de resposta a desastres de forma integrada e articulada com os 92 municípios fluminenses.

O documento, com vigência até dezembro de 2018, foi apresentado para representantes das defesas civis municipais e bombeiros. O plano define as ações de socorro, assistência à população afetada, além das ações de reabilitação das áreas atingidas. Segundo dados geológicos do Departamento de Recursos Minerais (DRM-RJ), que embasam o trabalho do Centro Estadual de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemadem-RJ), Mangaratiba está entre os municípios com grande frequência de escorregamentos no estado, demandando maior atenção.

Mangaratiba, que neste mesmo período do ano passado, sofreu com as fortes chuvas e deslizamentos está na lista dos lugares que precisa de atenção às mudanças climáticas. As 88 famílias ficaram desalojadas em 2013, é outro exemplo da falta de estrutura da cidade perante as fortes chuvas.

 

Este ano, também será inserido um mapa de áreas suscetíveis para incêndios florestais no estado. Na ocasião foi definido o Plano Verão 2018, que estabelece protocolos e procedimentos para serem adotados em problemas causados pela chuva forte, que tradicionalmente acontece entre dezembro e março, como deslizamento de encostas, inundações e enxurradas.

Última modificação em Quinta, 07 Dezembro 2017 10:32