Nov 22, 2017 Last Updated 1:15 PM, Nov 22, 2017

Aleijadinho de Itaguaí

 Curso de escultura é oferecido gratuitamente no Parque das Artes Curso de escultura é oferecido gratuitamente no Parque das Artes FOTO: Cleiton Bezerra
Publicado em Cotidiano
Ler 215 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Professor de artes ensina gratuitamente alunos a esculpir pedras

 ARTES - Itaguaí é um verdadeiro celeiro de artistas. Um deles é Manuel Ribeiro, artista plástico, escultor, ceramista e professor. Além de adquirir o dom de esculpir ele ainda encontra tempo para ensinar tudo o que aprendeu, gratuitamente. Há cinco anos ele despertou nos moradores da cidade o desejo de aprender o ofício. Atualmente, ele trabalha no Parque das Artes, onde ensina seus alunos uma nova forma de artes plásticas. O grupo aprende o processo escultórico em concreto celular, pedra muito utilizada para fazer divisórias em apartamentos. “Esse material é mais leve que o concreto, por isso possibilita maior cuidado na hora de lapidar o material”, explica o professor. O recifense mora em Itaguaí há 20 anos e com foco no histórico de Itaguaí ele busca referências nos primeiros moradores para cultivar a arte. “A cidade tinha uma classe indígena que trabalhava com cerâmica. Com o resgate desta cultura a ideia é que surjam novos artistas”, salienta o professor que faz referência à cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais. “Espero que um dia Itaguaí valorize os artistas da região, assim como acontece na cidade mineira, na qual as obras de Aleijadinho atraem milhões de visitantes por ano”, destaca Manuel.

 

Maria Hassel, de 87 é uma das alunas mais antigas, e hoje, tem a escultura como um hobby. “Comecei fazendo bichinhos com barro e argila até o Manuel colocar novas técnicas para gente aprender”, relembra dona Maria. Sem ter feito curso de artes plásticas, ela é bem modesta ao falar sobre dom. “Não sei se tenho talento. Mas, o que mais gostei de fazer foi Vênus de Milo – pintura de Sandro Botticelli, exposta na Galeria Degli Uffizi, em Florença, na Itália, que representa a deusa Vênus emergindo do mar. Para ela, as aulas são como terapia. “A convivência com o pessoal e o Manuel que é um excelente professor é excelente. Aqui esqueço os problemas e me desligo do mundo”, conta a artista.

 

Para quem deseja fazer parte deste time e aprender a esculpir basta se inscrever na Casa da Cultura, que fica na Rua Ismael Cavalcante, sem número. As aulas acontecem todas as terças feiras, de 9 às 11 e é livre para todas as idades

 

 
Última modificação em Sexta, 10 Novembro 2017 13:29