Feb 21, 2018 Last Updated 2:08 PM, Feb 21, 2018

Destaques

Mangaratiba intensifica combat…

PREVENÇÃO- A Secretaria Municipal de Saúde de Mangaratiba (SMSM) anunciou ontem ...

Sobe para 33 o número de morto…

CONFIRMADOS- Sobe para 33 o número de mortos pela febre amarela no estado do Rio...

Apresentação dos alunos da ofi…

CULTURA- Os alunos da oficina de verão de teatro de Itaguaí terão que esperar um...

Instituída por lei campanha contra alienação parental no estado  

Publicado em Poder
Ler 1372 vezes
Avalie este item
(0 votos)

 

AGORA É LEI Criada pela Lei Estadual 7.706/17, sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão e publicada no Diário Oficial do Executivo da quinta-feira (5), foi instituída no estado do Rio de Janeiro a Campanha Permanente de Combate à Alienação Parental. A medida é de autoria do vice-presidente da Casa, deputado André Ceciliano (PT), e tem como objetivo difundir orientações e peças publicitárias educativas sobre o comportamento da família que sofre com a Síndrome de Alienação Parental e suas consequências para a formação psicológica da vítima, normalmente o filho ou a filha.

A alienação parental é que se verifica quando uma criança ou adolescente sofre interferência psicológica por um de seus genitores/responsáveis para, por exemplo, criar desavenças e sentimentos negativos contra o outro. Nos casos mais clássicos, isso acontece entre pais e mães separados ou divorciados. De acordo com a Lei Federal 12.318/10, essa prática é criminosa.

Segundo o deputado André Ceciliano o objetivo é dar visibilidade ao problema e usar os órgãos do estado e dos municípios para conscientizar sobre o tema. “É bom frisar que pode acontecer tanto por parte do pai quanto da mãe. A convivência com ambos é muito importante para a criança", declarou o autor, acrescentando que além disso, a campanha visa contribuir para a identificação de possíveis casos de alienação para o devido encaminhamento aos órgãos competentes e que sejam cumpridas as providências definidas pela lei federal.

De acordo com o texto, a campanha será veiculada em emissoras de rádio e televisão, além de revistas e jornais de grande circulação, e será orientada por uma equipe multidisciplinar de profissionais da área de Assistência Social, Educação, Saúde, Segurança Pública e do Poder Judiciário.

A ALIENAÇÃO é responsável pelo distanciamento de muitos pais e filhos (FOTO REPRODUÇÃO)