Jan 17, 2018 Last Updated 1:50 PM, Jan 17, 2018

Destaques

Redução de EJAs ameaça alfabet…

  Prefeitura de Itaguaí pretende fechar nove escolas que oferecem aulas para jo...

Professor da UFRuralRJ tem art…

PESQUISA Um trabalho que contou com participação de um docente da Universidade F...

Novas relações de trabalho são…

Em evento, promovido pelo Sistema Firjan, empresários assistiram palestra sobre ...

Começa nesta quinta a desabilitação dos beneficiários do BUI

Quem deseja garantir o benefício deve realizar o cadastro no site da Secretaria de Estado de Transportes  Quem deseja garantir o benefício deve realizar o cadastro no site da Secretaria de Estado de Transportes  (FOTO DIVULGAÇÃO)
Publicado em Serviço
Ler 948 vezes
Avalie este item
(0 votos)

O procedimento será feito com aqueles que não comprovarem renda mensal de até R$ 3 mil

TRANSPORTES Será iniciada a desabilitação dos beneficiários do Bilhete Único Intermunicipal (BUI), a partir desta quinta-feira (24), para quem não comprovar renda mensal de até R$ 3 mil, assim como daqueles que possuem renda superior a esse valor. Quem deseja garantir o benefício deve realizar o cadastro no site da Secretaria de Estado de Transportes (http://www.rj.gov.br/web/setrans), até hoje (23).

Cabe destacar que os cartões continuarão a operar, mas será descontada a tarifa integral de cada modal utilizado. Para voltar a fazer jus ao benefício, os usuários que possuem esse direito precisam realizar o cadastro. Até o momento, cerca de 2 milhões de usuários já efetuaram o procedimento. Das pessoas que utilizaram o BUI em todos os meses de 2017, 73% já tiveram a renda declarada.

TITULAR DO CARTÃO

Caso o comprador de créditos seja o próprio titular do cartão, a informação de renda mensal deve ser realizada por autodeclaração. O usuário deve acessar o site da secretaria e clicar no banner "Declaração de renda do BUI". Após efetuar o login, é necessário escolher a opção "Informar ou atualizar sua renda".

 Em seguida, o beneficiário deve cadastrar o seu rendimento e declarar que as informações prestadas são verdadeiras e atuais. Sempre que houver alteração da renda mensal, o cadastro deve ser atualizado.

EMPREGADOR

No caso do empregador, no ato da compra dos créditos de vale-transporte, é preciso declarar o valor nominal da renda mensal do empregado. Após o login, o sistema direciona para a tela onde é possível selecionar o beneficiário do BUI, individualmente, para cadastro da renda.

O usuário que tiver mais de um empregador associado a um único cartão eletrônico terá as rendas individuais, que foram cadastradas pelos empregadores, somadas. Para ser contemplado com o benefício tarifário, essa soma não pode ultrapassar a renda mensal de R$ 3 mil. O contratante também fica responsável por atualizar a situação cadastral dos funcionários dispensados, em até 15 dias úteis, a contar da data da rescisão.

A Secretaria poderá conferir a veracidade dos dados cadastrais. Se constatadas irregularidades, o titular do BUI será convocado a prestar esclarecimentos. O autor das informações fornecidas (seja o titular do cartão ou o comprador de créditos) estará sujeito à responsabilização nas esferas administrativa, cível e criminal.